Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

UMA VITIMA DO CÂNCER DE PRÓSTATA


ATENÇÃO: ESSE TRABALHO FOI INSPIRADO ATRAVÉS DE UM TESTEMUNHO DE UM SENHOR DE
APENAS 78 ANOS, QUE NÃO FEZ A PREVENÇÃO DA PRÓSTATA, E VEIO A FALECER NO HOSPITAL ONDE EU TRABALHO, ELE AINDA FEZ A CIRÚRGIA DA PRÓSTATA PORÉM O C.A JÁ TINHA ATINJIDO TODA REGIÃO, E FALECEU DOIS DIAS APÓS SER CIRURGIADO. POR ISSO VENHO AQUI ALERTAR ATRAVES DESSE CORDEL, TODOS OS AMIGOS DO RECANTO PARA SE PREVENIR, FAZENDO UMA AVALIAÇÃO ATRAVÉS DE UMA ULTRASOM OU O P S A QUE É FEITO ATRAVES DO SANGUE. ABRAÇOS PARA TODOS E COMETEM ESSE CORDEL.



1-Vou narrar um assunto
Que homem nenhum gosta
Passando já dos quarenta
E ninguém não se importa.
De fazer à prevenção
Para todo cidadão
Do câncer de próstata.

2-Seu João com oitenta anos
Uma vida saudável ele levava
Quando vinha do roçado
Satisfeito ele almoçava.
O velhinho comia de tudo
Tocinho, charque e miúdo.
E de nada reclamava.

3-Ele vivia feliz e satisfeito
E ainda tinha com a esposa relação
Junto com sua querida amada
Tinha logo ereção.
À noite de uma dor reclamou
E a próstata ali sangrou
Com forte inflamação

4-O velhinho pegava naquilo
E em sua velha esfregava
Mole e sempre dormindo
E com ereção não ficava.
Daquilo sentiu um pavor
No abdômen uma forte dor
E ele muito chorava.

5-Maria ficou assustada
Veio ao marido perguntar:
-Meu velho o que houve?
Que você começou a chorar.
-Uma dor aqui apertando
E está me matando
E não vou suportar.

6-A velha correu logo
E um taxi ela chamou
Botou o marido as pressas
E pra o hospital se mandou.
O carro danado correndo
E ele muito gemendo
Quando no hospital chegou.

7-O paciente já desmaiado
Sua esposa muito chorava
Botou ele numa marca
E para urgência levava.
O médico logo examinou
E algo estranho notou
E medicamento passava.

8-Algumas horas depois
O velho já estava acordado
Viu uma agulha em seu braço
Que lhe deixou perturbado.
Ela falou logo assim:
-Meu velho confie em mim
Que nada vai dar errado.

9-Depois o médico voltou
Para o paciente observar
Olhou aquela medicação
Que ele mandou aplicar.
-Me responda seu João
Depois da aplicação
Como o senhor está?

10-Ele falou assim:
-Doutor eu não quero saber
Não estou me sentindo bem
Acredito que vou morrer.
Sinto dor por todo lado
Minha velha ao meu lado
E nada não pude fazer.

11-Ele não mais urinava
E dor forte ainda sentia
Até para ele defecar
Era outra agonia.
O médico a ele perguntou:
-Me diga onde tem mais dor
Ele respondeu; - Na virilha.

12-O medico foi direto
- O seu problema é especial
A minha especialidade
Sou apenas clinico geral.
-Vou lhe agora encaminhar
Um especialista lhe examinar
A um excelente profissional.

13-Seu João muito ansioso
Para o médico perguntou:
-Qual a minha doença
-Me responda doutor.
O médico bem paciente
Deixou o velhinho ciente
E ele nada gostou.

14-O medico falou assim:
- Seu João fique tranqüilo
O outro é um especialista
Vai examinar apenas aquilo.
Ele já muito assustado
Ficou logo revoltado
Falou:- Daqui eu me retiro.

15-Quando ele tentou andar
A dor novamente apertou
A esposa com o médico
O paciente segurou.
A velha muito chorando
O velho ali desmaiando
O clinico, o especialista chamou.

16-O paciente debilitado
Foi logo pra medicação
O médico viu que era grave
Transcreveu uma injeção.
O medicou assim falou:
Minha parte aqui terminou
O outro fará avaliação.

17-algumas horas seu João já interno
Quando o especialista se apresentou
O velhinho ali já assustado
Pra o dedo do médico olhou.
O médico com os dedos afinado
João pensou:- estou lascado
E em correr ainda pensou.

18-Seu João não se preocupe
-eu tenho que lhe examinar
Vou pegar uma pomada
E naquilo vou passar.
O velho já revoltado
Olhou pra o médico irado
E disse:- doutor var se lascar.

19-O velho ficou reclamando
E não quis ficar deitado
O médico assim falou:
-Então fique emborcado.
Seu João logo lembrou
Um pum logo soltou
E fedeu por todo lado.

20-Correu médico e auxiliar
Na enfermaria ninguém ficou
A poluição foi tão forte
Somente a esposa suportou.
-Meu velho que danado é isso
Homem deixe disso
A esposa reclamou.

21-Duas horas depois
Aquele especialista voltava
Com uma mascara no rosto
E o fedor ninguém agüentava.
Uma faixa ele pegou
E o paciente amarrou
E o exame realizava.

22-O doutor pegou a vaselina
E sobre o danado passava
O velho muito revoltado
Com o médico reclamava.
O médico com o dedo examinando
E o velho danado chorando
E mais pum ele soltava.

23-Depois do exame realizado
O medico mandou chamar
A esposa de seu João
Sobre o exame pra explicar.
-minha senhora infelizmente
Esse seu paciente
Já está com CA.

24-O velho não teve melhora
E nem soube o que ocorreu
E nenhuma explicação
O médico ali não lhe deu.
Uma semana foi suficiente
E aquele paciente
De câncer de próstata morreu.

25-Escrevi aqui esse cordel
Para chamar a sua atenção
Caro amigo leitor
Faça a sua prevenção.
Procure um especialista
Não der uma de artista
E da próstata faça a prevenção.

26-Se você já completou 40
Procure enquanto é cedo
Faça ultrasom ou PSA
que não precisa ter medo.
Ser você fizer a prevenção
Será sempre um cidadão
E não vai provar do dedo.


João Pessoa-15 DE Setembro de 2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário