Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 26 de abril de 2011

MOTE-QUANDO MORRE UM POETA, CHEGA MAIS UM ANJO PARA O CÉU

O poeta chega toca e canta
Faz a sua viola chorar
O povo a si emocionar
E o poeta ali rimando
Inspiração do céu chegando
Em um local bem descampado
O poeta muito emocionado
Feito formiga no mel.
QUANDO MORRE UM POETA
CHEGA MAIS UM ANJO PARA O CÉU.

O poeta junto do seu povo
Começa seu verso declamar
Para o céu ele fica a olhar
Recebendo a grande inspiração
Com o pulsar do seu coração
Ele realiza a sua cantoria
Agradece a virgem Maria
Que está estampada no papel.
QUANDO MORRE UM POETA
CHEGA MAIS UM ANJO PARA O CÉU.


O poeta tem sua trajetória
Ninguém sabe o dia final
Nenhum poeta não é igual
Cada um tem seu dom
A viola é quem dar o som
Cada ritmo bem diferente
O poeta fica contente
Feito soldado no rapel.
QUANDO MORRE UM POETA
CHEGA MAIS UM ANJO PARA O CÉU.


João pessoa 26de abril de 2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário