Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 14 de maio de 2011

CORDEL- PÁSSARO FERIDO

Sou um pássaro ferido
Fugindo da mira do caçador
Que cantando sobre as matas
Quando um tiro alguém me acertou.
Chora passarinho, chora
Sentindo tanto sua dor.

Sou um pássaro ferido, voando
Tentando desse tiro escapar
Vendo o sangue saindo do meu corpo
Assim eu não posso mais cantar.
Pousa no galho de uma árvore
E ali eu fico triste, a chorar.

Sou um pássaro ferido chorando
Que não tem comigo mais alegria
Vendo meu corpo ferido por um tiro
Ficar bom era tudo que eu queria.
Não canto mais na floresta
Sofro a cada dia adia.

Sou um pássaro ferido triste
Meus olhos não está mais vendo
Não sinto fome, e nem bebo água
O passarinho não está comendo.
Dias após dias de sofrimento
O passarinho termina morrendo.

A natureza ficou de luto
Todos os passarinhos choraram
Chegaram todas as espécies
E com o passarinho se abraçaram.
Cavaram um túmulo com rosas
E o passarinho eles enterraram.

João Pessoa, em 14 de Maio de 2011

Um comentário: