Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 31 de maio de 2011

SONETO- EM NOME DO AMOR

Confesso o que seria de minha vida
Se hoje não fosse casado com ela
É mulher por mim tão querida
Que te fiz mulher quando donzela.

Confiaste em mim viver, ao teu lado.
Mesmo passando por dificuldade
Às vezes desgosto tenho te dado
Porém levo a você minha sinceridade.

Se não existisse entre nós a união
Agente já tinha se separado
Mais passamos por altos e baixos.

Mais o amor que nasce no coração
Para viver sempre ao seu lado
Mesmo fingindo de beijos e abraços.

João pessoa- 31 de Maio de 2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário